Concurso Público Amapá, Defensoria Pública Amapá

Para quem quer uma oportunidade e busca melhorar de vida em 2018, prestar o concurso da Defensoria Pública do Amapá pode ser uma excelente alternativa.

Com salário inicial de mais de 13 mil reais, o concurso será de responsabilidade da Fundação Carlos Chagas e as inscrições começam no próximo dia 7 de janeiro e vão até dia 7 de fevereiro.

Qual é o valor da inscrição – Concurso Defensoria Pública do Amapá

Se você está planejando dar uma guinada na vida profissional em 2018, se preparar para os concursos públicos é uma boa pedida. Bastante disputado, o Concurso da Defensoria pública do Amapá já divulgou o edital e o valor das inscrições, que será de R$260.

De acordo com o edital, o pré-requisito para concorrer a uma vaga é ter pelo menos dois anos de carreira jurídica. É importante começar a se preparar desde já, porque serão quatro fases de provas, sendo que a primeira fase, que será da prova objetiva, ocorre no dia 11 de março.

Os candidatos têm um pouco mais de dois meses para estudar e se preparar para as 40 vagas. Fora isso, é importante ressaltar que o edital prevê ainda vagas para cadastro reserva, por isso, as oportunidades são boas e vale a pena se dedicar bastante para passar na prova.

As provas práticas, que fazem parte da segunda fase do concurso da Defensoria Pública do Amapá, ocorrerão nos dias 5 e 6 de maio.

Já de 3 a 5 de agosto está prevista a prova oral e a avaliação de títulos.

 

Quando ocorrerá a convocação dos aprovados do Concurso Defensoria Pública do Amapá?

É preciso um pouco de paciência para os concurseiros aprovados no Concurso Defensoria Pública do Amapá. É que a convocação dos aprovados deve começar apenas em 2019, no mês de janeiro. Isso se dá devido ao processo longo, que envolve diversas fases do concurso, sendo a última delas em agosto deste ano.

 

Estágio probatório

Vale lembrar que os aprovados no Concurso Defensoria Pública do Amapá deverão cumprir três anos de estágio probatório, uma espécie de período de experiência que todo cargo público requer.

Todos os aprovados terão uma carga horário de 40 horas de trabalho, além de uma agenda para cumprir.

De acordo com informações da Secretaria de Estado de Administração (Sead), atualmente há cerca de 100 advogados atuando em cargos de confiança na Defensoria Pública. O objetivo é que os concursados passem a assumir esse cargo, e os outros advogados se tornarão auxiliares.

A Defenap encerrou o ano de 2017 com 250 mil atendimentos. Com o efetivo que será contratado após a realização do concurso, a previsão é que esse número aumente.

Com as contratações, o valor mensal de salários alcançou em R$ 654.438,80. Por ano, incluindo outros direitos, o valor chega a R$ 8.704.036,04.

 

Comece a se preparar já!

Mesmo para quem ainda não vinha desenvolvendo uma rotina de estudos para o Concurso Defensoria Pública do Amapá, ainda dá tempo de se preparar e concorrer a uma das 40 vagas.

Porém, é importante que você organize um tempo diário para estudar e fazer as provas anteriores. Outra dica é usar a internet e a tecnologia de maneira em geral para aproveitar ao máximo o período e estudos.

Para quem deseja mais informações sobre o Concurso Defensoria Pública do Amapá, acesso o link abaixo:

Defensor público

 

Boa sorte nos estudos!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Concurseiro.com