You are currently viewing Quais matérias mais caem no Exame da Ordem?

Quais matérias mais caem no Exame da Ordem?

Quais matérias mais caem no Exame da Ordem? É possível passar no Exame da OAB estudando apenas essas matérias?

O Exame da Ordem é considerado uma das avaliações mais complexas do país que visa aferir o
conhecimento do bacharel em Direito para que possa exercer a profissão com eficiência.

Esse exame é dividido em duas fases e ambas consideram o conhecimento do candidato para os conteúdos estudados no curso de Direito, porém é na primeira fase que uma quantidade maior de matérias é cobrada e por isso o candidato deve estar ciente do que é preciso estudar para ser
aprovado.

Ficou curioso para saber quais matérias mais caem no Exame da Ordem e se é possível ser aprovado apenas estudando elas? Confira abaixo.

A primeira fase é uma avaliação com 80 questões objetivas que costumam abordar cerca de 17 matérias. Essas matérias são divulgadas no edital que anuncia a nova edição do Exame da Ordem, mas alguns especialistas nesse tipo de exame acreditam que entre elas existem opções mais relevantes e que caem na prova com grande frequência sendo interessante focar nelas.

É claro que todas as matérias que são divulgadas no edital são cobradas ao longo da prova, no entanto, o que os especialistas explicam é que algumas acabam tendo mais relevância na prova como se fossem citadas mais vezes e por isso é interessante os candidatos priorizarem-nas no
plano de estudo.

As matérias mais relevantes do Exame da Ordem

Tecnicamente as 17 matérias que costumam cair com frequência no exame são:

  • ética profissional
  • direito constitucional
  • direito civil
  • direito tributário
  • direto administrativo
  • direito internacional
  • direito processual civil
  • direito trabalhista
  • direito penal
  • direito ambiental
  • direito empresarial
  • código de defesa do consumidor (CDC)
  • processo penal e processo trabalhista
  • direitos humanos
  • filosofia do direito
  • estatuto da criança e do adolescente (ECA).

No entanto, entre essas matérias existem opções que se destacam porque possuem um número maior de questões dedicadas a elas, como o caso da matérias de direitos humanos com questões que avaliam o conhecimento do candidato não só sobre tratado, como também da constituição de
1988.

Outras matérias que também se destacam na prova é código de defesa do consumidor, processo civil, direito civil, direito penal e direito do trabalho.

Obviamente que a relevância das matérias na prova varia conforme o que tem acontecido no país. Se no período em que o exame está para acontecer algum assunto jurídico esteja em alta é provável que a prova o aborde, por isso fique atento ao que ocorre no país para estudar a respeito do assunto.

Outros posts do blog que podem te ajudar!

Mas afinal de contas, o que estudar?

Existem pessoas que preferem estudar apenas as matérias que mais caem no Exame da Ordem, enquanto outras preferem se garantir ou evitar uma surpresa na prova e estudar os assuntos gerais que são citados pelo edital.

É claro que não existe o certo ou errado, mas é interessante ficar atento às informações do edital, pois se foram divulgadas “x” matérias é que de fato o exame tentará abordá-las ao longo das questões, seja como citação ou a partir de algum questionamento que exige o conhecimento do
candidato.

Ou seja, melhor do que correr o risco de ser reprovado porque deixou uma matéria de fora do seu plano de estudo, é aumentar suas chances de ter um bom desempenho na prova estudando o que foi compartilhado no edital.

Faça um plano de estudo que seja moldado para a sua rotina e considere a partir da sua rotina de estudos as matérias que são citadas no edital. É claro que sua trajetória de estudo será muito mais cansativa, mas com certeza a chance de você ter o resultado que deseja no Exame da Ordem é elevada.

Na nossa Plataforma de Ensino a Distância você possui uma prepação em alta performance para o ENEM, Vestibular, Concursos Públicos e OAB.

Quer estudar em alta performance e atingir o seu objetivo?